O que fazer depois do doutorado?

A um tempo atrás escrevi aqui no blog, que uma pessoa deve pensar muito bem antes de começar um doutorado. Pois aqui estou na minha fase final do doutorado. Já consegui publicar 2 journals que estão indexados pelo JCR (Journal Citation Report) e alguns papers em congressos internacionais. Mas de que serve isso? Quais as minhas chances depois de um doutorado?

Bem… como eu já comentei, não gosto de dar aula.  Minha única saída é trabalhar em empresas de R&D (Research and Development), ou seja, trabalhar com pesquisa que é o que eu realmente gosto. Aqui em Madrid tem bastante e minha idéia é entrar em uma delas. Qual o salário médio que pagam para um Staff Researcher nessas empresas? Em torno de 2000 a 3000 euros por mês, dependendo da sua experiência. É pouco? É muito? Com 3000 euros dá pra viver bastante bem aqui na Espanha e ainda viajar 1 vez por mês sem nenhum problema. Convertendo isso em reais, dá pouco mais de R$7000,00 com a cotação de 2.35 que é justamente o que um professor contratado recebe no Brasil (salário bruto).

Agora cheguei onde queria chegar! É simplesmente ridículo que um professor contratado doutor no Brasil ganhe apenas R$7.000 reais (brutos) enquanto um funcionário público que trabalha de 07:00 a 13:00 ganhe 10 mil reais. Não quero menosprezar quem fez concurso público ou não, e sei a dificuldade que é passar, mas o salário de um professor deveria ser no mínimo 10 mil reais. Afinal, é o professor universitário que começa a direcionar o aluno para o futuro. É na faculdade, que você começa a ver qual caminho seguir na vida.

Infelizmente, com esse salário de professor eu não volto ao Brasil. Confesso que poderia contribuir bastante no aprendizado de novos cientistas e engenheiros, mas com esse salário, fico por aqui. Essa é a famosa fuga de cérebros onde o governo brasileiro não apóia os pesquisadores do país e todos vão para o exterior em busca de mais apoio e reconhecimento. Eu sou mais um e apóio quem também o faz.

Voltando ao tema do post, o que farei depois do doutorado? Farei duas coisas e em paralelo. A primeira é entrar em uma grande empresa de pesquisa (seja na Espanha ou em qualquer lugar do mundo) e a segunda é empreender. Conseguindo as duas, posso considerar que sou uma pessoa realizada e terei alcançado meus objetivos.

Impressões do Nokia N97

n97Fui um dos primeiros compradores do novo Nokia N97 🙂 Por uma “bagatela” de 579 euros, recebi o novo celular da Nokia no dia 24 de junho de 2009, mas só agora consegui escrever sobre o bicho. Para quem não quiser ler o texto todo, resumo aqui em apenas uma palavra: “espetacular”.

Confesso que sou um fã da Nokia e de todos os celulares que já tive, incluindo Iphone, Nokias e Blackberry, a Nokia pra mim é a melhor. Apesar do fracasso que tive com o N95 8GB que simplesmente não funciona, eles podem me considerar como um eterno cliente, porque os celulares são muito bem feitos.

Bom, vamos ao que interessa. O celular é espetacular, muito bonito, muito mais fino do que eu imaginava e muito melhor do que eu pensava. Vou separar aqui por características:

Touch Screen: dou nota 8. Nesse quesito, a Apple é imbatível. O touch do Iphone deixa qualquer clone no chinelo, não tem jeito. Já mexi com o Samsung Omnia, Nokia Xpress 5800, Nokia N97, Blackberry Storm e o Iphone é o melhor. O N97 não é ruim, acho que para uma “primeira” versão táctil, não está mal. Sei que o 5800 Xpress saiu antes, e os dois tem o mesmo hardware touch screen. Acho que  a “película” de proteção também atrapalha um pouco mas não tive coragem de tirar ainda 🙂 A canetinha que vem com o N97 é simplesmente espetacular, muito bonita, profissional e dá um toque de luxo ao celular. Por outro lado, a Nokia tem que mudar o esquema de abrir e fechar softwares, além da barra de rolagem lateral que é ridícula. Só uma criança para conseguir mexer naquilo ali. Abrir e fechar um software ou uma aplicação, exige uns 4 toques na tela. Particularmente, eu acho que isso pode ser melhorado.

Câmera: achei que fosse melhor, mas os 5 mega pixels garantem boas fotos e a gravadora de vídeos também não fica atrás. Nota 9 para a câmera.

Teclado: aqui sim a Nokia humilhou os concorrentes. Que espetáculo de teclado, simplemente incrível. Eu estava bastante acostumado com o Blackberry mas o tecladinho do N97 é de dar inveja a todos os fabricantes. E ao abrir o teclado, a tela levanta e fica muito confortável para digitar e ver ao mesmo tempo.

Internet: navegar na Internet está cada vez melhor nos aparelhos Nokia. No N97,  a tela é bem grande e a navegação é bem “prazerosa” 🙂

Tela inicial:  os widgets ficaram muito, mas muito legais. A página inicial do N97 é totalmente personalizável e você pode colocar o que quiser. Eu já coloquei facebook, fring, gmail, o tempo, GPS, entre outros. Tudo fica conectado o tempo todo, assim que tem que ter muita atenção porque senão a conta de celular vai vir com muitos zeros no final.

Outros: uma função interessante que veio no Nokia que só fui descobrir depois de alguns dias é o Transmissor FM. Com seus 32 GB de memória, o Nokia N97 é um verdadeiro Ipod. Com tante música, você abre o Music Player e seleciona uma frequência para ele tocar. Agora basta sintonizar a rádio do carro ou da casa na frequência que você colocou e pimba… simples, fantástico e muito útil.

Resumindo, hoje por hoje, eu prefiro o N97 que o Iphone 3GS, principalmente pela câmera e pelo teclado.

Ranking das empresas que mais investem em pesquisa

Interessante o ranking que publicaram constando as empresas que mais investem em R&D (Research and Development) em todo o mundo. O ranking foi publicado pela Comissão Européia, mas eu não achei a notícia oficial para colocar aqui. Coloco o link de um jornal espanhol que comenta um pouco a posição das empresas espanholas no ranking mundial.

Segundo o jornal citado acima, somente uma empresa espanhola está na lista das 100 empresas que mais investem em pesquisa, a Telefonica I+D, que já comentei aqui algumas vezes. A Telefonica aparece em 41. lugar com um investimento de 594 milhões de euros em 2007. Isso é impressionante.

Pela primeira vez na história, a União Européia passou os EUA em relação a investimentos em R&D. Entretando, as 5 primeiras empresas do mundo que mais investem em pesquisas ainda são americanas. A ordem é: Microsoft, General Motors, Pfizer, Johnson & Johnson y Ford enquanto que as 5 primeiras européias são: Nokia, Roche, Volkswagen y Daimler.

Para terminar, das 1000 melhores empresas, a lista é a seguinte:

EUA – 544 empresas
Reino Unido – 289 empresas
Japão – 244
Alemanha – 189
França -113
Espanha – 21

Tenho interesse em saber quai empresas brasileiras estão nesse ranking. Se alguém puder ajudar…

Doutorado: fazer ou não fazer?

Acho que todos sabem que estou fazendo Doutorado em Informática na Universidade Complutense de Madrid (UCM) desde 2005, ou seja, em mais um ano termino essa “mer..”, se Deus quiser. Sendo sincero, não é nada fácil fazer um doutorado, ainda mais se comparamos com o mestrado. O mestrado foi tranquilo, fiz em 2 anos e meio, publiquei 3 artigos em congressos internacionais, desenvolvi um protocolo, etc.. e ganhava a “mega” bolsa da Capes em 2003 que era R$724,00 se não me engano. Hoje esse valor subiu, já deve estar em mais de R$800 🙂 De todas formas, fica meu agradecimento a Capes e ao CNPQ por incentivar a pesquisa no nosso país.

Voltando ao doutorado. Se estivesse terminando o mestrado hoje, certamente pensaria duas vezes antes de fazer o doutorado, por várias razões:

– 4 anos estudando é muuuuuito tempo
– normalmente quem faz doutorado, já tem pelo menos uma esposa e talvez até filhos. Viver de bolsa de estudos, não dá, mesmo que a bolsa seja em euros 🙂
– Ouvir e ver seus amigos falar que já estão ganhando dinheiro, que trabalham, que tem vida e você na mesma, estudando e tudo parece que não tem fim, que não chega a lugar nenhum não é nada legal.
– E o pior de tudo é quando te fazem a seguinte pergunta: “Por que você faz doutorado se não gosta de dar aula?” Ai o bicho pega.

Eu confesso que não gosto de dar aula. Posso fazer apresentações, apresentar em congressos, mas dar aula não é minha paixão. Então porque (com acento, sem acento, junto separado? 😦 ) faço doutorado? Só fui descobrir isso a mais ou menos um ano atrás. Descobri que nem todo doutor precisa dar aula.

Infelizmente no Brasil, ainda temos esse conceito de que quem faz doutorado, vai dar aula na universidade e pronto. Não é assim. Fui descobrir isso aqui na Espanha. Não sei realmente qual a porcentagem, mas muitos doutores vão para o mercado trabalhar em empresas I+D (Investigación y Desarrollo). Para citar um exemplo, temos a Telefonica I+D, onde mais de 40% dos empregados tem doutorado. Praticamente todas as empresas de tecnologia aqui na Europa têm centros de I+D ou R&D (Research and Development).

Recentemente tive uma conversa com um chefe de um dos grupos de pesquisa da TI+D. Ele me disse que trabalhar em uma empresa de pesquisa tem dois fatores importantes:

1 – Você não precisa dar aula. Sua tarefa é investigar e pesquisar sobre novas tecnologias e futuras aplicações para os usuários.

2 – O salário pago em uma empresa normalmente é duas ou três vezes maior que o salário de uma universidade.

Para quem gosta de pesquisar / investigar, o doutorado é de suma importância. Para quem não gosta de dar aula mas gosta de pesquisar sobre novas tecnologias, aconselho e muito a fazer o doutorado. Outro fruto do doutorado é que em vários concursos, seu salário é 100% maior do que de qualquer outro funcionário público que tenha somente a graduação. Ou seja, em 4 anos você recupera o “dinheiro perdido”. E depois é só alegria.

Pense bem antes de entrar em um doutorado, porque são 4 anos e tudo na vida passa muito rápido, menos um doutorado.

Ônibus de Madrid oferecem Wi-Fi gratuito aos usuários

A cidade de Madrid na Espanha será uma das primeiras cidades do mundo em oferecer acceso Wi-Fi aos usúarios dentro dos ônibus que circulam pelo centro da cidade. Segundo a empresa municial de transportes de Madrid, o lançamento oficial do “Hot Point” será feito até o final do ano de 2008.

Os usuários poderão utilizar a rede Wi-Fi sem nenhum custo. Para isto, basta pegar uma senha nos pontos de venda dos tickets. Atualmente, Madrid tem 2085 ônibus. Os custos para a implementação desse projeto ainda não foram divulgados.

O serviço de ônibus da Comunidade de Madrid é um dos mais avançados do mundo. Através de uma página web, qualquer pessoa pode saber várias informações como:

– Qual ônibus devo pegar para ir desde um ponto A a um ponto B

– Quanto tempo falta para chegar seu ônibus. Esse serviço é impressionante. Ele mostra quantos metros e quantos minutos faltam para chegar o ônibus em um determinado ponto.

– Outras informações como horários, paradas, linhas que passam pelos monumentos turísticos, etc.

Nokia N96 já está nas lojas

O Nokia N96 já está em todas as lojas aqui da Espanha. A Espanha foi escolhida como um dos primeiros países para o lançamento do novo celular da Nokia. O preço médio do aparelho varia de 550 a 650 euros, dependendo da loja.

Eu já tinha “brincado” com ele na feira de celulares em Barcelona em fevereiro desse ano. Sinceramente, em termos de funções, o N96 bate qualquer celular do mercado. 3G HSDPA, câmara de 5 Mbp, 16 GB de memória interna, rádio FM, Wi-Fi e a novidade que é sintonizador de TV Digital através do DVB-H. Por outro lado, o celular é grande, não tem tela táctil e o pior de tudo, é um pouco lento.

Apesar de tudo isso, o celular vai ultrapassar as vendas do Iphone logo logo. A Espanha também foi escolhida para o lançamento do primeiro celular de tela táctil da Nokia que vai sair a venda dia 01 de dezembro, o Nokia Tube, cujo nome final será 5800 XpressMusic. A Nokia quer aproveitar o Natal para promover o celular.

Boto muita fé nesse XpressMusic, o celular tem funções que deixam o Iphone no chinelo.

O futuro da Internet Móvil by Google

Mobile Internet

Mobile Internet

Todos sabemos que Google é o lider quando referimos a mecanismos de buscas na Internet. Sabemos também que desde Google foi criado, a forma de buscar informações praticamente não mudou, ou seja, estamos parados no tempo. Atualmente, temos pouquíssimas opções customizadas para realizar qualquer busca de informação que seja. Entretanto, Google já poderia estar pensando em mudar totalmente a forma de buscar informações.

A notícia vem de um blogueiro japonês, e pra falar a verdade, eu fiquei realmente impressionado. No futuro teremos inúmeras opções de busca: através de audio, buscas semânticas, imagens, videos, reconhecimento de estruturas, OCR, etc.

O mais interessante de tudo é que vamos deixar de utilizar a Internet somente em casa ou no trabalho e passaremos a ser usuários móveis, utilizando dispositivos móveis altamente sofisticados que permitirão total interatividade, conexão através de vários tipos de redes (Wi-Fi, Wi-Max, 3G, Bluetooth, LTE, etc). Além disso, cada usuario terá uma resposta diferente ao fazer uma busca, dependendo de sua localização geográfica.

Recomendo muito ver a notícia original e todas as possibilidades que o futuro da Internet Móvil vai proporcionar a todos nós. Realmente fantástico.