Como conseguir dinheiro para seu projeto 2.0

partizipa.gifAqui na Espanha, tem um site fazendo bastante sucesso. É o Partizipa.com, e resumindo em poucas palavras, o site serve como um banco, de dinheiro de verdade, onde quem tem dinheiro empresta e quem tem idéia, pega dinheiro emprestado. O projeto é muito recente e o site já tem muita gente cadastrada, que já emprestou alguns milhões de euros para a realização de projetos de pessoas que têm boas idéias, mas que não tem dinheiro.

Além disso, o site garante uma rentabilidade para as pessoas que emprestam o dinheiro, juros bem mais altos que o que um banco normal consegue oferecer. Atualmente, estão com um projeto de energia solar, onde são vários os sócios que depositaram 15 mil euros cada e esperam retorno de 15% ao ano.

A idéia é bastante interessante e acho que eles “emprestam” dinheiro para projetos em qualquer páis, não sendo obrigatório que esteja morando aqui na Espanha. Vale a pena dar uma olhada. Se alguém conhecer algum site equivalente no Brasil, vamos colocar aqui e compartilhar a todos para que alguém possa colocar seu sonho e sua idéia em prática.

O Wimax corre o risco de não sair do papel

vodafone.gifO Wimax veio para ficar. Todo mundo só fala nele, tudo é bonito, tudo é rápido, tudo é perfeito. A teoria é fantástica mas a prática é decepcionante. De acordo com o Forum Wimax, hoje são 522 empresas que estão trabalhando no projeto de colocar o Wimax na vida real dos usuários, mas a figurinha ao lado pode ser o grande vilão do Wimax. Do que estamos falando?

Estamos falando da tecnologia 3G, que permite navegar na Internet a taxas de 7.2 Mbps. Isso mesmo. A algum tempo atrás eu coloquei a notícia de que a Telefônica Espanha tinha lançado esse modem 3G que permite navegar a essa velocidade. A tecnologia 3G permite você navegar na Internet onde tenha cobertura celular, ou seja, praticamente em todos os lugares. Utilizando a tecnologia HSPDA (para quem não conhece, vale a pena dar uma olhada) podemos chegar a 42 Mbps de velocidade de transmissão. Basta plugar o modem que tá na figura ao lado e sair navegando.

Bom, o Wimax na teoria permite taxas de até 300 Mbps. Só que o grande problema é instalar antenas, torres e equipamentos Wimax para ter uma cobertura igual a de uma rede 3G. As operadoras não vão fazer isso. O custo é altíssimo. As operadoras estão rindo á toa aqui na Europa com o 3G. Tráfego 3G é caro, mas a galera tá que usa, devido a comodidade.

Sabemos que já existem redes Wimax funcionando, mas não conheço ninguém que tenha uma placa Wimax e que pague por utilizar esse serviço. Resumindo, 3G infelizmente vai fazer com que o Wimax desapareça do mapa em breve, antes mesmo de entrar no mercado.

Praia de Copacabana terá wifi a partir de junho de 2008

wifi_beach.gif Êta notícia boa essa viu. A partir de junho de 2008, a orla de Copacabana, na Zona Sul do Rio, vai ter Internet em banda larga a céu aberto e totalmente gratuito. Essa é a promessa do governador Sérgio Cabral, publicada no Portal do Governo do Rio de Janeiro.  O projeto foi batizado de Orla Digital, que começa a ser operado ainda neste primeiro semestre. O próximo passo será estender o serviço a todos os municípios da Baixada Fluminense ainda em 2008.

Confira as palavras do governador:

“- Hoje estamos inaugurando um programa de democratização da informação que vai permitir as pessoas acessar a Internet a custo zero. O serviço vai repercutir, e muito, em outras as áreas de atuação, como segurança pública e educação, além de turismo e negócios”.

A partir da implantação do wi-fi, moradores, turistas e quem mais passar pelos pontos que estiverem munidos com os computadores poderão navegar de graça pelo mundo virtual. Inicialmente, o fornecimento de Internet sem fio cobrirá toda a Avenida Atlântica. O governador lançou o desafio de fazer do Estado do Rio o primeiro do país a ter cobertura digital em todo o território. O custo total do projeto é de 40 milhões de reais.

Essa notícia realmente é muito boa, muito interessante tanto para os cariocas quanto paras os turistas. O único problema nisso é que vai aumentar a quantidade de roubo de aparelhos eletrônicos na praia e na orla, entre eles PDAs, telefones celulares com Wifi, notebooks, etc. Mas isso já é história para outro projeto. A idéia de um Brasil Sem Fio está cada vez crescendo mais. Valeu Rio de Janeiro!