Vivo e TIM disputam vinda de iPhone para o Brasil

 appleiphone1.png

O iPhone, da Apple, começou a ser vendido nesta sexta-feira nos EUA. Sem previsão para chegar ao Brasil, o aparelho já é disputado por aqui.  Embora a Apple não pretenda lançar o aparelho na América Latina antes de 2009, a Folha de São Paulo informa que a Vivo e a TIM estão empenhadas para conseguir um acordo com a fabricante americana e interferir no calendário de lançamento do produto no Brasil. 

A Apple está cautelosa porque não quer repetir a experiência da parceria com a Motorola. Em 2004, elas lançaram um celular que dava acesso ao iTunes, a loja virtual da Apple que permite baixar músicas e vídeos. Por questões técnicas, muitos aparelhos não conseguiam acessar o iTunes para a transferência dos arquivos.

Sensação

O iPhone congrega telefone celular, iPod (tocador de músicas e vídeos), agenda, câmera fotográfica e navegador para internet. O aparelho foi concebido para ser revolucionário

Quem desembolsar US$ 499 (R$ 968) pela versão com 4 GB de memória ou US$ 599 (R$ 1.162) pela de 8 GB leva de lambuja o status de ser moderno e sofisticado sem arrogância ou complicação.

Na avaliação de especialistas, a Apple deve atingir a meta de vender 10 milhões de unidades do iPhone até o fim de 2008, o que significa abocanhar 1% do mercado mundial para esse tipo de apetrecho.  Fonte: Folha

Aqui na Europa, a Vodafone é a grande indicada pelos meios de comunicação como a empresa que vai trazer o Iphone já no final de 2007 para toda a Europa. O que é mais incrivel é demorar 2 anos para chegar ao Brasil. O Brasil não é pais de 5. mundo para aguentar isso. É até perigoso chegar lá na Antártida antes de chegar ao Brasil.

As negociações para o provedor oficial da Europa serão terminadas em breve e o anúncio deve ser feito nos próximos dias. A grande novidade será a troca do EDGE por outro meio de comunicação de dados já que o EDGE não oferece altas taxas de transmissão, e essa é a grande falha do IPhone. Na Europa deve ser utilizado o HSDPA, que é o mais utilizado dentro do padrão 3G.

Nessa última semana, Steve Jobs disse que quem quiser navegar pela Internet terá que usar Wifi, o EDGE é usado para emails.

Ter um Iphone custa pelo menos $60 por mês

 appleiphone.png

A Apple anunciou nessa terça-feira, dia 26/06 os possíveis planos para ter um Iphone. Em parceria com a AT&T, ou Cingular que é a sua parte móvel, os planos não são nada baratos. Os planos para o aparelho custarão:

59,99 dólares – para 450 minutos,
79,99 dólares – para 900 minutos e
99,99 dólares para 1.350 minutos.

Além disso, ainda tem o preço de ativação que será 36 dólares.

E claro, ainda tem o custo do aparelho, que está disponível em dois modelos, um com HD de 4GB (gigabytes), por 499 dólares, e outro com HD de 8GB, por 599 dólares.

A Apple é tão fantástica em lançar seus produtos e cria uma expectativa tão grande, que o produto já nasce sendo um sucesso. E no caso do Iphone, nem vamos falar em design nem funcionalidades. O que quero falar é que todos os planos incluem tráfego ilimitado de dados, lista visual de correio eletrônico, 200 mensagens SMS e ligações ilimitadas de celular para celular.

Olha como os caras são expertos. De nada adianta ter um celular com 1001 funcionalidades, sendo que você só usa umas 3. Então o que a Apple fez? Os caras disponibilizam planos ilimitados de dados, SMS, e tudo mais para que todo mundo possa usar o celular a vontade, já que está pagando, vão ter que usar.

O celular será lançado no dia 29 de junho de 2007 e promete revolucionar a comunicação móvel.

Redes sociais, você participa de alguma?

Web 2.0 é sinônimo de redes sociais, ou seja, um serviço onde tudo é construído por seus usuários. Temos milhares de exemplos, mas vamos citar só alguns: YouTube, MySpace, Orkut, Last.Fm, Flickr, etc. Enfim, existem milhões de redes dessas.

Recentemtente, saiu uma reportagem aqui no jornal El Pais, o jornal mais famoso da Espanha, onde diz que praticamente 90% dos usuários de uma rede social, ou são inativos ou sua participação é tão mínima que não faz diferença para o site. Além disso, ainda diz que uma grande quantidade de usuários são falsos, ou seja, o criador do site lança o site, cria uma quantidade X de usuários para que o serviço “entre na moda” e só depois que usuários de verdade começam a usar.

O que me surpreende é que eu, uma pessoa que fica mais de 10 horas no computador, não faço parte de nenhuma rede social. Sinceramente não vejo o motivo principal disso, mas pra mim, isso é um pouco de perda de tempo. Por exemplo, já fui usuário do Flickr, coloquei uns 5 vídeos no YouTube, já participei do Last.fm, nunca entrei no YouTube e vejo que não participo de mais nada.

Eu acho que a maioria dos usuários de uma rede social, entram em um site, provam para ver se o serviço vale a pena, e sabendo que é o site é apenas uma cópia melhorada de outro ou que todo o seu conteúdo não passa de falsificação, acabam desistindo de participar da rede, e o mais provável é que não cancele sua conta ou seu nome de usuário.

Você participa de alguma rede social? Utiliza mais de 1 vez por dia?

Como quebrar a senha WEP de uma rede wifi – Parte II

A um mês atrás, eu coloquei um post aqui ensinando como quebrar a senha WEP de uma rede sem fio. A notícia era uma compilação de várias fontes da Internet que também ensinavam a quebrar a senha. Entretanto, todos sabem que não é tão simples assim, já que temos que configurar o cartão wireless, instalar os softwares que nem sempre funcionam e claro caputar a quantidade certa de pacotes para decifrar a chave WEP.

Pois bem, como agora estou no meu intensivo para tirar a certificação CWNA (Certified Wireless Network Administrator), que é a certificação mais valorizada em redes sem fio, vou quebrar a senha WEP e fazer um video ensinando passo a passo. Já fiz isso uma vez mas não foi fácil. Agora tentarei mostrar onde todos nós erramos na hora de configurar o ambiente para quebrar a senha.

Atualização:

Quebrar a senha WEP é ao mesmo tempo fácil e difícil porque depende muito do tamanho da chave WEP e do tráfego que tenha a rede. Aqui vão os principais passos para quebrar a senha:

1 – Escolher a placa de rede sem fio adequada. Como vamos utilizar a placa em modo “monitor” ou “promiscuo”, a placa tem que ter a habilidade de capturar pacotes e também de gerar tráfego, o que nem todas fazem. Por isso, aconselho utilizar chipsets Atheros, que permitem fazer tudo. Ultimamente, os notebooks estão vindo com a placa de rede Intel Pro Wireless 3954 a/b/g. Com essa placa, também é possivel quebrar a senha WEP.

2 – O segundo passo é baixar os softwares que serão utilizados. Temos duas opções, baixar separadamente ou usar um kit que já tenha tudo. Eu prefiro utilizar um CD bootável que já vem com tudo pronto. O CD chama WifiSlax, que já vem com AirCrack-ng, Airodump-ng, Kismet e assistência para vários chipsets, que são os softwares utilzados para quebrar a senha.

3 -Dar o boot com o CD WifiSlax e o primeiro que tem que fazer é colocar a placa sem fio em “monitor mode”. Isso pode ser feito através do seguinte comando:

iwconfig “interface” essid any mode Monitor

4 – Uma vez que a placa já esteja em modo promíscuo, abrimos o Kismet para escolher a rede que queremos quebrar a chave WEP. Neste passo você tem que anotar o endereço MAC do ponto de acesso (AP), que também é conhecido como BBSID.

5 – Pronto, agora é rodar o airodump-ng e capturar pacotes. Se a senha WEP for de 64 bits, você vai necessitar de uns 25 mil “data”. Se a chave for de 128, ai 100 mil pacotes serão necessários. Caso a rede escolhida não tenha muito tráfego, você pode utilizar o software airreplay-ng que gera tráfego na rede.

6 – Após capturar esse tráfego, que nem sempre é fácil assim, rodar o aircrack-ng com o arquivo que capturou os pacotes e pimba. Por combinação, ele te mostrará a senha WEP.

Espero que tenha sido útil esse mini tutorial. Se tiverem dúvidas, podem perguntar que já fiz isso várias vezes e realmente funciona.

Como funciona o modelo de negócio da Zara

zara.jpgArrancas las rebajas! Começam as promoções, agora sim, em português. Bom, hoje, dia 21 de junho de 2007 e até o dia 21 de setembro de 2007, Madrid está de rebajas, ou seja, todas as lojas fazem promoções e liquidações. Mas não vai pensando que são liquidações como as do Brasil, em que o lojista aumenta 50% o preço e depois dá um desconto de 60% e engana todo mundo.

 Aqui na Espanha, isso funciona diferente e funciona de verdade, tudo regido por lei nacional. Falamos da Zara, propriedade do grupo Inditex, que é o líder na Europa e o segundo mundial em fabricação de roupas. Os números são impressionantes. Eu sei que no Brasil existem poucas lojas da Zara e as roupas custam um pouco mais do que as marcas normais. Mas aqui na Espanha, podemos dividir as ruas da seguinte forma: um prédio residencial, um bar e depois uma Zara.  Para vocês terem uma idéia, aqui vão alguns números da empresa Inditex (marca e número de lojas):

Cadena nº tiendas
Zara 1031
Pull and Bear 451
Massimo Dutti 402
Bershka 451
Stradivarius 326
Oysho 219
Zara Home 166
Kiddy’s Class – Skhuaban 197
TOTAL 3243

A empresa possui nada mais nada menos que 70 mil empregados em todo o mundo e o dono, o espanhol Amancio Ortega, já é o 8. homem mais rico do mundo, com uma fortuna de 24 bilhões de dólares. Bom, depois dessa breve apresentação, vamos ao que interessa, o modelo de negócios da empresa.

Aqui na Espanha, as rebajas (promoções) são reais. Normalmente, eu compro roupa (camisas, calças e sapatos) na Zara, porque o preço aqui é bastante acessível, mas nas rebajas já é quase um crime. Os preços baixam entre 50 e 80%. Ou seja, se antes eu comprava uma camisa por €24,90, agora nas rebajas, eu compro a mesma por €7,90 ou até menos. Isso vale para calças, sapatos, roupas femininas, tudo. É algo impressionante o que eles fazem. O que eu quero discutir é: “Como baixam tanto os preços e ainda conseguem rendimentos brutos de €8.6 bilhões em 2006?

Todos por aqui sabem os dias das rebajas e a 20 dias das mesmas, quase ninguém compra roupas, porque estão a espera das rebajas. E as roupas são as mesmas. Eles não trocam de coleção nem nada. As mesmas roupas que estavam lá ontem, estão hoje, mas com descontos de 80%. O que eu penso é: eles passam 6 meses do ano vendendo as roupas a preços caríssimos (onde todo mundo compra do mesmo jeito) e depois outros 6 meses com preços reais. Isso porque temos duas rebajas no ano, uma de verão e outra de inverno.

Assim funciona a empresa Inditex e Zara e assim seu dono fica cada dia mais rico, e logo logo deve estar entre os 4 primeiros do mundo.

Empresa espanhola certificará todos equipamentos Wimax

wimax.jpgEstá sendo realizado aqui na Espanha, o WiMAX Forum Member Conference do dia 18 ao dia 22 de junho de 2007 e ontem tivemos uma notícia bastante interessante. A empresa espanhola AT4 Wireless foi a escolhida para certificar todos os equipamentos Wimax que forem produzidos em todo o mundo.

O Forum Wimax que reune mais de 400 empresas de todo o mundo anunciou também que a empresa espanhola construirá uma empresa em Virginia até outubro de 2007.

Confira uma parte da nota oficial emitida pela empresa espanhola:

En el laboratorio trabajarán en un principio entre 25 y 30 empleados y se realizarán ensayos de certificación a estaciones base y a equipos de usuario de la tecnología WiMAX. AT4 wireless se responsabiliza del desarrollo y de la realización repetitiva de ensayos de certificación entre maquetas/prototipos (test beds), garantizando así la interoperabilidad para todos los equipos certificados por WiMAX Forum. A partir de Octubre, los miembros de WiMAX Forum en Estados Unidos podrán realizar la certificación de sus dispositivos en el laboratorio de Virginia.

A reunião do Wimax Forum termina dia 22 de junho e com certeza teremos mais novidades para contar.

Qual o futuro da Internet?

Achei um vídeo bastante interessante no Blog do Enrique Dans, falando sobre o futuro da Internet, das pessoas, da tecnologia, enfim, tudo o que move nossas vidas.

O mais interessate do vídeo é que ele fala que Google vai comprar a Microsoft, a Amazon compra o Yahoo e todos teremos nossas segundas vidas.

Veja aqui o vídeo. Está narrado em Inglês e tem subtítulos em español.